Oportunidade para entrar no mundo do ‘elefante rosa’

Chope Deliriun Tremens é a atração por tempo limitado nas biqueiras do Svärten Mugg Taverna

Para muitos apreciadores, ela é a melhor cerveja já produzida no mundo. Para o restante está, com certeza, entre as melhores. A Deliriun Tremens é quase uma unanimidade no meio cervejeiro mundial. E quem está em Belo Horizonte já pode saborear a versão chope dessa cerveja icônica no Svärten Mugg Taverna, por tempo limitado.

Fabricada pela cervejaria belga Huygue, a Deliriun é um exemplar do estilo golden strong ale, com teor alcoólico de 8,5%.  É uma cerveja amarelo claro, com leve turbidez, espuma branca e persistente. O aroma tem um leve toque maltado, com presença de álcool e picante. É uma bebida encorpada, com sabor marcante, duradouro e seco. A receita é um segredo, mas o que se sabe é que o sabor único é resultado do uso de três tipos de leveduras. Essas características lhe renderam a medalha de prata no International Beer Challenge 2018, realizado em Londres, em agosto, um dos maiores e mais exigentes concursos mundiais da bebida.

“Sem dúvidas é uma das melhores opções disponíveis neste estilo. A Deliriun Tremens é uma referência no mundo inteiro. Apesar de possuir um teor alcoólico um pouco acima da média, é extremamente equilibrada, favorecendo a drinkabilit. Uma cerveja que pode te acompanhar durante a noite inteira e combina quase com todos os pratos da casa”, diz Conrado Salazar, um dos sócios do Svärten Mugg e cervejeiro.

História –  A cervejaria Huygue foi fundada em 1906  e fechada na Primeira Guerra Mundial por problemas políticos. O dono, Léon Huyghe, reabriu a empresa reabriu em  1938, mas ainda produzindo apenas cervejas do estilo pilsen, mais populares. Somente a partir de 1985 é que a cervejaria passou por uma reformulação e lançou novos rótulos, incluindo a Delirun Tremens, em 1988.

O nome é uma expressão em latim usada para determinar o estado das pessoas durante uma crise de abstinência de álcool. Algumas pessoas, segundo relatos, chegavam a ter ilusões, como ver elefantes rosas por aí, o que explica o desenho do animal no rótulo.

O ápice da cerveja veio em 1998, no  World Beer Champioship, realizado em Chicago (EUA), quando a Deliriuns  foi considerada pela primeira vez a melhor cerveja do mundo. De lá para cá, ela coleciona medalhas e premiações nos principais concursos do mundo. Há também outros estilos com a marca Deliriun Tremens, como dark strong ale, blond ale e red ale.  

Sobre o Svärten Mugg

É o único bar  especializado em comida escandinava/germânica em Minas Gerais, e um dos poucos do país, localizado na rua Santa Rita Durão, 1056, na Savassi. No cardápio estão pratos com ingredientes usados em países como Noruega, Suécia e Dinamarca, com influência de métodos e conceitos utilizados nas décadas de 40 e 50 e da cozinha contemporânea de rua.

O Svärten possui ainda uma variedade dos melhores chopes artesanais de marcas mineiras e brasileiras, com estilos que vão desde o witbier e pale ale, passando pelas IPAs e imperial stout, e também uma carta com dezenas de rótulos importados em garrafa. A casa também conta um rótulo próprio, a Red Crow, uma cerveja do estilo Brunt Öl, comum na região da escandinávia e no norte da Alemanha. Além das cervejas, a casa oferece grande variedade de drinks e bebidas destiladas, como whiskys single malt.

facebook-profile-picture

About Léo Romano

Beer Sommelier formado pela Doemens Akademie.

Deixe uma resposta